Asma: como controlar as crises


Depois da trágica notícia do falecimento da grande escritora, atriz e roteirista Fernanda Young neste último dia 25, com apenas 49 anos, após ter uma crise de asma seguida de uma parada cardíaca muitas pessoas nos perguntaram sobre os perigos e como controlar crises de #asma.


A asma é uma doença crônica que afeta os pulmões, ocorrendo o estreitamento das vias respiratórias. Durante a crise, a pessoa sente dificuldade para respirar e muita falta de ar. Provoca tosse, chiado no peito, aumento da secreção e cansaço. Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a asma atinge cerca de 235 milhões de pessoas no mundo todo. No Brasil, os registros do Ministério da Saúde atestam que 2.500 indivíduos morrem por ano acometidos desse mal – um número alarmante de 6 por dia. De acordo com o DATASUS, a doença é a 4ª maior causa de internação no Brasil, com 300 mil hospitalizações por ano.


Os fatores de risco que mais propiciam o aparecimento da doença estão muito presentes no próprio ambiente doméstico (ácaros, pelos de gatos e cachorros, penas, baratas, poeira, fungos, fumaça de cigarro, odores fortes de perfumes e materiais de limpeza), além de tempo seco e exposição ao frio.



O tratamento para a asma, em geral, é feito à base de anti-inflamatórios e broncodilatadores, administrados por meio de inaladores, que garantem rapidez e eficiência terapêutica. Hoje, os inaladores já fazem parte dos utensílios domésticos, principalmente em famílias onde há crianças, idosos ou pessoas com algum tipo de doença respiratória, trazendo comodidade ao paciente sem que ele precise se locomover até um pronto-socorro, evitando aglomerações.


A função do inalador é fluidificar, hidratar e limpar as vias respiratórias, facilitando a eliminação de secreções e levando a medicação até os brônquios. O processo de inalação traz alívio ao paciente e, se usado de acordo com orientação médica, é preventivo de doenças mais sérias como a bronquite e bronquiolite.


Quem sofre de asma deve manter permanentemente um controle sistemático para evitar os episódios de crise: lavar semanalmente as roupas de cama, evitar muita proximidade com animais domésticos, retirar cortinas e tapetes que acumulam poeira e deixar os ambientes bem ventilados.


É bom lembrar ainda que, além dos medicamentos, os pacientes devem descansar, alimentar-se bem e regularmente praticar algum tipo de atividade física que estimule a sua capacidade respiratória, sempre sob a orientação médica.


Se precisar de mais informações, use este link, para agendamento de consulta por WhatsApp: http://bit.ly/2J3addm


Clínica L'Organi 📍Rua Antonio de Macedo Soares, 1760 Campo Belo – São Paulo (estacionamento em frente) (11) 95043-5522 (11) 5533-5522


#CampoBelo #moema #ibirapuera #otorrinolaringologista #otorrino#fono #inverno2019

356 visualizações

Agende sua consulta

  • Facebook - Otorrino Campo Belo
  • Instagram - Otorrino Campo Belo
logo whatsapp.png

R. Antônio de Macedo Soares, 1760

 Campo Belo - São Paulo - SP

Telefone: (11) 5533-5522

WhatsApp: (11) 95043-5522

Visite também nosso site de

Estética e Emagrecimento

Logo_LOrgani_estética.png

©Criado por naLATA.net