Mesmo no isolamento deixe o Sol entrar


Em tempos de confinamento, nem todos têm a chance de se expor ao sol, pela falta de quintal, varanda ou sacada em casa. E o sol é fundamental na sintetização da vitamina D para manter fortalecidos os ossos, a musculatura e os dentes, além de proteger o coração e o sistema imunológico.

De acordo com as recomendações médicas, são necessários apenas de 10 a 15 minutos por dia de exposição ao sol, de preferência pela manhã, e sem protetor solar. Em contato com a pele, os raios solares ativam a vitamina D, facilitando a absorção do cálcio pelo organismo.

Identifique em sua casa ou apartamento, o local onde bate o sol e permaneça nesse espaço por alguns minutos, deixando pernas e braços descobertos. Complemente com uma alimentação à base de ovos, leites e derivados (queijo, iogurte), sardinha, atum, salmão e carne bovina, que estão entre os alimentos ricos em vitamina D.

E no cardápio dessa quarentena, procure ainda adotar novos hábitos alimentares para beneficiar a sua imunidade. Aposte no poder das vitaminas encontradas nas frutas, vegetais, oleaginosas, produtos de origem animal, peixes e enriqueça a sua dieta no dia-a-dia.



Vitamina A

Presente nos alimentos amarelo-alaranjados, nas folhas verdes escuras e em produtos de origem animal. Pode ser encontrada na cenoura, manga, moranga, mamão, espinafre, brócolis, rúcula, agrião, gema do ovo, leite, fígado, entre outros. A Vitamina A aumenta a imunidade e possui ação antioxidante, combatendo os radicais livres na prevenção do envelhecimento celular. Sua deficiência pode causar prejuízos à visão.


Vitamina B1

Protege o sistema nervoso, estimula o apetite e contribui para o funcionamento da musculatura e do coração. Presente nos cereais integrais, miúdos, carne de porco, nozes, ervilhas, feijão, gema de ovo, cevada, carnes em geral, batata, couve, vagem, quiabo, banana, mamão. Sua carência pode desenvolver problemas cardíacos, neurológicos, dores nas articulações, fraqueza e falta de apetite.

Vitamina B12

É essencial para o bom funcionamento das células, particularmente as da medula óssea, trato gastrointestinal e sistema nervoso. Por isso é muito importante figurar na dieta de pessoas idosas. Está envolvida na produção dos glóbulos vermelhos e pode ser encontrada nos alimentos de origem animal (leite, ovos, carnes vermelhas, peixes). Sua deficiência causa anemia.