Gripe H1N1: Conheça os sintomas, tratamento e prevenção


O aumento de casos de gripe e resfriados durante o outono e inverno é muito comum, e não é raro observar os hospitais e Pronto-Socorro lotados de pessoas em busca de tratamento. A gripe H1N1, também conhecida como gripe Influenza tipo A ou gripe suína, embora tenha os sintomas muito parecidos com os da gripe comum, provoca complicações muito mais graves para a saúde e, por isso, merece o máximo de cuidado.


De acordo com informações do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial da Saúde), o vírus H1N1 foi descoberto inicialmente em porcos (daí o nome de gripe suína), mas sofreu mutações, passando a ameaçar os seres humanos, espalhando-se pelo mundo e afetando pessoas de todas as idades.

Sua forma de transmissão é semelhante à da gripe comum, por meio de secreções respiratórias, saliva, tosse, espirro, tornando-se uma doença altamente contagiosa. Ao ser infectada, os sintomas da gripe H1N1 começam a aparecer no período de um a quatro dias.


Sintomas:

Fique atento caso ocorra esses sinais no seu organismo, e procure imediatamente um médico:

Febre alta

Tosse

Dor de cabeça

Dores musculares

Falta de ar

Espirros

Dor na garganta

Fraqueza

Coriza

Congestão nasal

Náuseas e vômitos

Diarreia.


Prevenção:

Alguns cuidados práticos do dia-a-dia são fundamentais prevenir a gripe H1N1. Siga as orientações: